Enxaquecas: o problema que afeta muitas mulheres diariamente

As enxaquecas são um problema que muitas mulheres desejariam não ter. Porém estas dores não afetam só as mulheres, as crianças, os adolescentes e os homens também são afetados. As dores provocados pelas enxaquecas possuem intensidades muito variáveis. E podem aparecer em qualquer parte da cabeça daí poderem ser confundidas com outras doenças. A frequência do aparecimento de enxaquecas varia de pessoa para pessoa. Em muito casos aparece anualmente, em outros mensalmente, semanalmente e em casos mais graves as enxaquecas, chegam a aparecer diariamente, podendo durar entre horas e dias a passar. As dores provocadas pelas enxaquecas estão interligadas à dilatação dos vasos sanguíneos sobre o tecido nervoso.

O estresse, as mudanças climáticas, o barulho, a genética, a tensão pré menstrual, a tensão nervosa, o consumo de cafeína, o consumo de nicotina, o excesso de álcool, o chocolate, alimentos muito condimentados, e laticínios são outros dos fatores que contribuem para o aparecimento deste problema.

Enxaquecas diminuem a produtividade diária

Ao ter enxaquecas frequentemente, estas puderam desempenhar um papel muito negativo na sua vida, podendo interferir com as suas atividades do dia-a-dia. Nomeadamente no trabalho, diminuição da capacidade física e produtividade diária. Os sintomas das enxaquecas muitas das vezes ultrapassam uma simples dor de cabeça, pois a dor é apenas um dos seus sintomas. Com as enxaquecas poderá ficar num estado nauseado. E ter vómitos, tonturas, obstrução nasal, tensão dos músculos da nuca, aversão à claridade, ao cheiros e ao barulho, provocando em casos mais graves diarreia.

Aumentam o risco de AVCs

Segundo um estudo realizado no ano 2009 pela universidade JOHNS HOOPKINS por sessões científicas da AMERICAN HEART ASSOCIATION veio-se a verificar que as enxaquecas poderiam contribuir como fator de risco para o aumento de AVCs. Contudo não está totalmente comprovado. As enxaquecas são um problema sem cura porém poderá atenuar a dor ao alterar algumas rotinas diárias. Opte por um estilo de vida mais saudável, deixe de fumar e não consuma álcool. Evite produtos com cafeína, pois sabe-se que a nicotina e a cafeína são alguns dos responsáveis pelo aumento da circulação sanguínea originando por consequência a dilatação dos vasos sanguíneos

Como acabar com a enxaqueca futuramente

Faça uma alimentação simples com poucas gorduras, evitando comidas muito condimentadas, enchidos e laticínios como queijo e iogurtes. Outra das formas para combater as enxaquecas é através de analgésicos e inflamatórios. Contudo se estas forem muito fortes e persistirem durante vários dias, consulte o seu médico para evitar automedicação. Pois se cada vez que tiver enxaquecas fizer automedicação o seu organismos pudera chegar a ficar imune aos analgésicos. Fazendo com que por consequência tenha de aumentar a dosagem progressivamente para que faça efeito.

Evite o estresse e uma má alimentação. E elimine a nicotina, cafeína e álcool e vai notar que as suas enxaquecas vão diminuir progressivamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *